Por: Lorena Silva da Rosa – 9o.ano

O livro A Metamorfose de Franz Kakfa narra a trajetória de Gregor Samsa; um homem que, sozinho, sustenta sua família e um dia acorda metamorfoseado em um inseto, por isso, sua família passa a ter de lidar com sua transformação e encontrar meios de continuar a renda, antes gerada por Gregor.
O parâmetro de Kafka incomoda, porque ele utiliza de um meio provocativo, tenso e que nos faz refletir sobre nossas ações e o modo que vivemos, utilizando de uma metáfora de fácil compreensão.
O autor prova diversos questionamentos e pensamentos em poucas páginas, abordando assuntos diversos em um único conto, como a pressão imposta ao trabalhador e, ao mesmo tempo, a questão da inclusão social.
A escolha de representar a personagem como um inseto asqueroso, faz alusão aos sentimentos vividos e sensações experimentadas por algumas pessoas em situações específicas. “Numa manhã, ao despertar de sonhos inquietantes, Gregor Samsa deu por si na cama transformado num gigantesco inseto.”
Essa obra é recomendada para leitores mais experientes, por conta do vocabulário e dos detalhes descritos, com um aspecto mais sombrio. A riqueza da descrição do ambiente e das sensações vividas por Gregor, somada ao enredo intrigante, concede à obra uma leitura admirável e questionadora.