Por: Luiza Rossatti Seno – 9o.ano

Machado de Assis é considerado um dos maiores escritores da literatura brasileira, mais conhecido por seus contos. Em Várias Histórias, uma coletânea de suas narrativas, editada pela Martin Claret, o autor apresenta dezesseis contos curtos e cheios de conteúdo e reflexão, que fazem sucesso até hoje.

Por meio dessa obra, foi possível reconhecer a temática de um conto clássico, na contemporaneidade, porque seus contos trazem uma crítica reflexiva que influencia o leitor a relacionar as narrativas a sua vida real, independentemente do tempo em que a leitura ocorre.

Um dos exemplos de conto reflexivo é “A cartomante”, que, embora traga um pensamento machista em relação à personagem principal feminina (Rita), questiona a fé excessiva e desesperada do homem, no sobrenatural, como a cartomante. Por alguns, pode ser vista até como uma crítica à religião, visto que essa também não tem embasamento cientifico.

Assim como Mia Couto, os contos de Machado de Assis são uma leitura prazerosa, pois ambos sabem como prender o leitor por meio de narrativas instigantes e curtas.

Desse modo, é possível concluir que a leitura de Várias Histórias é reflexiva e, mesmo tendo sido escrita há um tempo, é atual. É indicada para amantes de contos, porém é preciso ter um embasamento linguístico, devido a palavras difíceis e que estão fora de uso. Enfim, é uma leitura rápida e intelectual.